VARZIM PROCURA INICIAR DEZEMBRO COM UMA VITÓRIA

Por em 30 de Novembro de 2018

Depois de uma paragem no campeonato, neste sábado, pelas 15 horas, o Varzim Sport Club regressa aos jogos oficiais, recebendo o Académico de Viseu Futebol Clube, numa partida da 10.ª jornada da LEDMAN LigaPro.

A situação atual da turma varzinista orientada por Nuno Capucho não é a melhor, tendo sido derrotada na última jornada, por 3-0, perante a UD Oliveirense, numa exibição muito aquém das expetativas. Face a este resultado, os alvinegros desceram à 12.ª posição, acumulando 11 pontos (3 V, 2 V, 5 D, 10 GM e 13 GS), os mesmos que o 11.º classificado, precisamente a equipa de Oliveira de Azeméis.

Relativamente à equipa de Viseu, treinada por Manuel Cajuda, esta encontra-se na oitava posição, tendo conquistado 14 pontos, tal como o sétimo classificado, Penafiel. Os viseenses (onde joga o ex. varzinista, Pica) chegam à Póvoa com uma derrota, por 1-2, perante o Estoril. Em relação às outras duas competições, os “Viriatos” chegaram até à 3.ª eliminatória da Taça de Portugal Placard e ficaram arredados na 2.ª fase da Allianz Cup.

Abordando a história de confrontos entre ambas os clubes na Póvoa de Varzim, os “Lobos do Mar” conseguiram quase um pleno de vitórias, visto que nas onze partidas, venceram nove, tendo empatado outra. A diferença de golos marcados é, igualmente, esmagadora (31 vs 5). A temporada 2017/2018 marcou o único triunfo do Académico de Viseu na terra poveira, por 0-1, no dia 11/04/2018.

Para esta partida, Nuno Capucho convocou os seguintes 18 atletas:

Guarda-Redes: Emanuel Novo e Rafael Broetto.

Defesas: Mário Sérgio, Payne, Nélson Agra, Sandro, Rui Coentrão e Amian.

Médios: Estrela, Baba Sow, Jonathan Toro, Pavlovski e João Amorim.

Avançados: Bakaramoko, Ruster, Chérif, Stanley e Júlio Alves.

Em comparação com o último embate, saem o defesa-central, Silvério, o extremo, Ruan Teles e o avançado, Haman e, por sua vez, entra o extremo, Bakaramoko. Mantêm-se de fora, o guarda-redes, Ismael Lekbab, os defesas-centrais, Jeferson e Eridson, os médios Maycon Canário e Nelsinho e o avançado, Michalis.

Estando a viver um mau momento (a última vitória foi alcançada no dia 21/10, face ao Porto B) e com um lugar de despromoção muito perto (diferença de dois pontos e com um jogo a mais) o foco só pode ser um, ou seja, regressar urgentemente aos triunfos, de forma a conseguir tranquilizar não só a equipa, como também os adeptos, que se espera e deseja que voltem a comparecer em bom número. Há que esperar que esta paragem de duas semanas tenha sido benéfica para a formação poveira e que amanhã consiga continuar a tradição dos confrontos frente ao Académico de Viseu na Póvoa de Varzim. Nesta partida, o técnico Nuno Capucho voltará a mexer no onze, sendo duas mexidas certas, dadas as ausências de Silvério e Ruan Teles. Caso vença, o Varzim poderá vir a dar um bom salto na tabela classificativa, igualando a turma de Viseu e ficando com vantagem no confronto direto. Do lado contrário, os pupilos orientados pelo bem experiente treinador, Manuel Cajuda, têm o mesmo pensamento, isto é, neste caso, esquecer o último resultado e voltar a somar três pontos, de maneira a poder chegar, no máximo, ao quinto lugar. Não obstante ter perdido praticamente quase todos os habituais titulares da temporada anterior (casos de Peçanha, Joel Pereira, Bura, Kiko, Capela, Zé Paulo, Avto e Sandro Lima), o plantel desta época é composto também com qualidade e bem orientado, sendo uma equipa a ter em conta nesta competição e que tem o melhor marcador da LEDMAN LigaPro até ao momento, o ponta-de-lança, N’Sor.

Força Varzim, rumo à vitória!

Texto: Duarte Cruz.

Imagem: FJG Neves.