TERMINAR 2018 COM PASSAGEM ÀS MEIAS-FINAIS DA ALLIANZ CUP

Por em 30 de Dezembro de 2018

Ainda com hipóteses de passar às meias-finais da Allianz Cup, a equipa do Varzim Sport Club joga neste domingo, pelas 17 horas, no estádio do Grupo Desportivo de Chaves, numa partida que tem transmissão na Sport TV 3.

Na semana passada, os alvinegros, orientados por Fernando Valente, regressaram às vitórias, derrotando o Braga B, por 0-1, com um golo do defesa-central, Silvério. Com este resultado, subiram à 8.ª posição, passando a acumular dezoito pontos (5 V, 3 E, 6 D, 15 GM e 17 GS), em igualdade pontual com o 9.º classificado, Académica. De recordar que nas outras jornadas do grupo C da Allianz Cup, o Varzim venceu o Belenenses, por 2-1 e foi derrotado pelo FC Porto, por 4-2.

Por outro lado, o Chaves, treinado por Tiago Fernandes, perdeu no passado domingo, por 2-0, perante o Nacional, encontrando-se no 18.º e último lugar da Liga NOS, com sete pontos. Relativamente à Allianz Cup, eliminou o Arouca na segunda fase (0-0, 3-5 g.p.), estando no segundo lugar do grupo, com quatro pontos, os mesmos do FC Porto, tendo empatado a uma bola frente aos “dragões” e vencido o Belenenses, por 0-1. No que diz respeito à Taça de Portugal Placard, os flavienses chegaram até aos oitavos-de-final, nos quais foram eliminados pelo Aves.

Nos 19 confrontos realizados em Chaves, os “Lobos do Mar” têm vantagem, dado que venceram por oito ocasiões (quatro na Segunda Liga, duas na Segunda Divisão, uma na Taça de Portugal e outra na Taça da Liga), sendo que os caseiros ganharam por sete vezes, tendo existido ainda quatro empates. Em termos de golos marcados, a diferença é de 21 contra 23. O último embate entre ambas as equipas em Chaves foi realizado no dia 13/03/2016, com a vitória dos “Valentes Transmontanos”, por 1-0.

Esta partida é, igualmente, marcada por existirem jogadores e um elemento da equipa técnica que já alinharam pelos dois clubes, no caso varzinista, Emanuel Novo e no caso flaviense, Ricardo Nunes, Hugo Basto, Rúben Macedo, Mika Borges e Nuno Gomes (treinador-adjunto).

Para este jogo, Fernando Valente convocou os seguintes 18 jogadores:

Guarda-Redes: Emanuel Novo e Rafael Broetto.

Defesas: Mário Sérgio, Payne, Nélson Agra, Sandro, Silvério e Amian.

Médios: Baba Sow, Jonathan Toro, Pavlovski, João Amorim e Nelsinho.

Avançados: Ruan Teles, Ruster, Bakaramoko, Chérif e Stanley.

Comparativamente com a partida face ao Braga B sai dos convocados o defesa-esquerdo, Rui Coentrão e regressa o médio e capitão, Nelsinho. De fora continuam o guarda-redes, Ismael Lekbab, os defesas-centrais, Jeferson e Eridson, os médios Maycon Canário e Estrela e os avançados, Michalis, Haman e Júlio Alves.

Como se costuma dizer, “a esperança é a última a morrer” e o Varzim, apoiado pelos seus sócios e simpatizantes, chega ao jogo deste domingo ainda com hipóteses de passar à fase seguinte. Para que isto aconteça, precisa de vencer o Chaves e esperar que o FC Porto não vença o Belenenses. Para este jogo, haverá, pelo menos, uma mudança, por obrigação, a saída de Rui Coentrão, que não faz parte da lista de convocados. Do outro lado está uma equipa, com qualidade e bem experiente, que tem o mesmo objetivo em mente, visto que tem iguais possibilidades de chegar às meias-finais da competição, não dependendo de si própria e que pretende retomar o rumo das vitórias, uma vez que soma cinco derrotas consecutivas, facto que a nossa equipa pode tentar aproveitar.

Força Varzim, rumo à vitória!

Texto: Duarte Cruz.

Imagem: FJG Neves.