GANHAR À ACADÉMICA É O PRÓXIMO PASSO

Por em 26 de Março de 2017

Com a manutenção garantida na semana passada, o Varzim Sport Club recebe neste domingo, pelas 15 horas, a Associação Académica de Coimbra, numa partida adiada da 32.ª jornada, que tem a arbitragem de António Nobre, da AF Leiria, e que conta com transmissão na Sport TV 1.

Em Portimão, a equipa varzinista fez história, dado que a vitória, por 0-1 (golo do médio Diego Barcelos), permitiu que, até ao momento, fosse a única formação a derrotar o Portimonense no seu estádio, nesta edição do campeonato. Os “Lobos do Mar” mantêm-se, assim, no terceiro posto, mas passando a obter 54 pontos, mais três do que o quarto classificado, Santa Clara (também com menos um jogo) e com menos sete do que o segundo, Aves (mais um embate).

Já os “Estudantes”, treinados por Costinha, têm-se atrasado no objetivo de subida de divisão e no passado domingo sofreram uma reviravolta, tendo perdido, por 1-2, face ao Académico de Viseu. Esta derrota levou a equipa de Coimbra a descer até ao sétimo lugar, acumulando 48 pontos.

Desde o confronto na primeira volta (3-2, bis de Rui Costa, no dia 10/10), o último de Armando Evangelista, o plantel da Briosa recebeu dois reforços, tendo saído dois jogadores. Atualmente é composto por vinte e cinco atletas, com uma média de idades de cerca de 26 anos.

Será um jogo entre duas equipas históricas, habituadas a defrontarem-se no escalão mais alto, sendo que na Póvoa de Varzim disputaram-se vinte e cinco embates (dezassete na Primeira Liga, quatro na Segunda Liga, três na Taça de Portugal e um na Segunda Divisão). Dos vinte e cinco, os poveiros venceram doze (seis na Primeira Liga, três na Taça de Portugal, dois na Segunda Liga e um na Segunda Divisão), esperando-se que o décimo terceiro triunfo surja neste domingo. A Académica, por sua vez, venceu por oito ocasiões, havendo ainda cinco empates. Em relação aos golos marcados, a diferença é de 35 vs 29. A última partida foi realizada no dia 25/05/2003, tendo acabado com uma derrota alvinegra, por 0-3, na SuperLiga 2002/2003.

Dada a manutenção garantida (a onze jornadas do fim) e estando no terceiro lugar, perto do Aves, qualquer varzinista pode sonhar com a tão desejada subida de divisão. Por conseguinte, uma vitória da nossa equipa poderá colocá-la a apenas quatro pontos de igualar o segundo lugar (o Varzim tem desvantagem no confronto direto perante os avenses) e, dessa forma, teria uma maior possibilidade e probabilidade de passar a ficar em posição de subida. Não obstante este desejo, prevê-se uma partida bem complicada e bem disputada. De um lado estará um Varzim muito motivado, que conquistou a sua oitava vitória consecutiva fora de portas, na casa do líder, e que entrará em campo à procura de somar mais três preciosos pontos para continuar mais firmemente na luta pela subida, e da outra parte aparecerá uma Académica que tenta manter vivo o objetivo da subida e procura deixar de se distanciar dos lugares de topo. A turma poveira voltará a contar com João Eusébio no banco, técnico que conta com algumas baixas para este confronto, os casos dos lesionados, os defesas-centrais, Lima Pereira e Jeferson e o extremo, Tiago Alves, do castigado, o trinco, Leonel Olímpio, e do defesa-esquerdo, Delmiro, que se encontra na Seleção de Cabo Verde. Por outro lado, o defesa-direito, Jean Felipe, e o médio Leonardo Dreyer já são opções para esta jornada. De forma a ajudar os alvinegros na árdua tarefa de vencer a Académica, é de esperar uma boa assistência, com muitos sócios e simpatizantes do Varzim a serem o importante “12.º jogador”, que levarão os “Lobos do Mar” a mais uma vitória, sendo de destacar uma campanha do clube, na qual, além de ter baixado os preços dos bilhetes de sócio, quem os comprasse até sábado, recebia um bilhete de acompanhante de sócio.

Força Varzim, rumo à vitória!

O preço dos bilhetes é o seguinte:

Sócios (Quota de março):

Nascente

Efetivo: 2.00 €

Veterano: 1.00 €

Norte

Efetivo: 2.50 €

Veterano: 2.00 €

Público:

Nascente: 5.00 €

Norte: 10.00 €

Poente Norte: 13.00 €

 

Texto: Duarte Cruz.

Imagem: FJG Neves.