FOCO EM ACABAR A PRIMEIRA VOLTA COM 25 PONTOS

Por em 12 de Janeiro de 2019

Amanhã, pelas 17 horas, o Varzim Sport Club joga em Coimbra, no terreno da Associação Académica de Coimbra, numa partida da 17.ª jornada da LEDMAN LigaPro.

Na passada quarta-feira, quando tudo indicava o empate, eis que os “Lobos do Mar”, treinados por Fernando Valente, regressaram às vitórias face ao Cova da Piedade, com um golo de penálti de Jonathan Toro (melhor marcador) e outro de cabeça do extremo Ruster, ao minuto 95. Apesar do 2-1, mantiveram-se no nono lugar, com 22 pontos (6 V, 4 E, 6 D, 17 GM e 18 GS), a doze de um lugar de subida e com oito de vantagem face a uma posição de descida.

A Académica, orientada por João Alves (substituiu Carlos Pinto no decorrer desta temporada), está em franca recuperação, tendo vencido os três últimos embates, sendo que o último foi realizado no dia 4 deste mês, perante o Cova da Piedade, por uns expressivos 3-0. A turma da Briosa encontra-se no sétimo posto, tendo acumulado 24 pontos. As campanhas na Taça de Portugal Placard e na Allianz Cup não são de boa memória para os estudantes, visto que foram eliminados nas primeiras eliminatórias em que entraram.

Nos confrontos disputados na cidade de Coimbra, os poveiros por poucas vezes têm conhecido o sabor da vitória, dado que em vinte e sete partidas, apenas venceram por duas ocasiões (uma na Primeira Liga e outra na Segunda Liga). Por sua vez, a Académica venceu por dezasseis vezes e a igualdade de pontos aconteceu em nove embates. A diferença de golos marcados é bastante díspar (45 vs 14). De recordar que na época 2017/2018, o resultado foi 1-0, no dia 06/01/2018.

Na equipa dos estudantes haverá três reencontros com o Varzim, tratando-se do treinador, João Alves, que jogou nos varzinistas, em 1972/1973, emprestado pelo Benfica, do defesa-direito, Jean Felipe, que vestiu as cores alvinegras durante as duas últimas temporadas e que se encontra emprestado pelo Portimonense e do médio, Rúben Saldanha, que alinhou pelo clube poveiro em 2009/2010 e 2010/2011.

Para este jogo foram convocados os seguintes 18 atletas:

Guarda-Redes: Emanuel Novo e Rafael Broetto.

Defesas: Mário Sérgio, Payne, Nélson Agra, Sandro e Silvério.

Médios: Estrela, Jonathan Toro, Pavlovski, João Amorim e Nelsinho.

Avançados: Ruster, Bakaramoko, Chérif, Stanley, Ricardo Barros e Júlio Alves.

Em comparação com a partida perante o Cova da Piedade não existe qualquer alteração na lista de convocados. De fora mantêm-se o guarda-redes, Ismael Lekbab, os defesas-centrais, Jeferson, Matheus Cambuci e Eridson, os defesas-esquerdos, Rui Coentrão e Amian, os médios Maycon Canário e Baba Sow e os avançados, Michalis e Haman.

Com a possibilidade de subir uns bons degraus na tabela classificativa (no máximo igualar o Mafra na sexta posição, sendo que o Varzim ficaria no sétimo lugar, por causa do confronto direto), a nossa equipa parte motivada e confiante num triunfo, não obstante estar consciente das dificuldades que irá apanhar neste confronto de domingo à tarde, que dita o fim da primeira volta. A nossa equipa, com o apoio previsto e habitual dos sócios e simpatizantes varzinistas, procura somar a segunda vitória consecutiva (durante esta época apenas por uma vez conseguiu dois triunfos seguidos) e ser mais constante em termos de resultados, que lhe permitam uma maior tranquilidade na classificação da LEDMAN LigaPro. Pode-se prever, efetivamente, uma partida complicada e com um bom ambiente no estádio, estando do outro lado uma equipa, orientada por um dos treinadores mais experientes do futebol português e que tem feito um belo trabalho na Académica (10 jogos, 6 vitórias) e que treina um plantel com capacidade e qualidade, composto por jogadores bem experientes do futebol nacional, nas quatro posições do terreno. A turma da Briosa pretende somar a quarta vitória consecutiva, que a poderia colocar, no máximo, na quinta posição, procurando juntar-se mais, dessa forma, aos lugares cimeiros.

Força Varzim, rumo à vitória!

Texto: Duarte Cruz.

Imagem: FJG Neves.